Pés de silicone: brinquedinhos para podólatras

Lembro-me que quando escrevi o livro “Tesão por Pés – A Realidade de um Gosto Excêntrico”, uma das minhas motivações mais fortes foi o fato de que havia pouquíssimas referências acerca do tema. No Brasil, então, praticamente nada se discutia. A ideia do livro, portanto, era contribuir com a desmistificação e disseminação do assunto.

A minha pesquisa para a elaboração da obra levantou alguns nomes de eminentes personalidades que haviam revelado um gosto mais acentuado e bastante peculiar pelos pés femininos, mas nada que pudesse trazer o assunto definitivamente à tona. E aquilo me desconcertava bastante, pois fazia-me sentir sozinho, numa ilha. Diga-se de passagem, muito antes da iniciativa, uma dose de vergonha dos meus próprios sentimentos me invadia, diante do caráter aparentemente excêntrico da paixão pelos pés das mulheres.

Com a publicação do meu livro em 1999, abriu-se em definitivo o tema no Brasil, garantindo um marco histórico pela divulgação mais incisiva sobre o fetichismo dos pés femininos e quebrando diversos tabus que o cercavam. Ao mesmo tempo, na Internet, como aconteceu com qualquer outro assunto, as informações sobre a atração pelos pezinhos femininos tomaram proporções bastante significativas e eu já não conseguia mais acompanhar tudo o que estava sendo publicado a respeito. E pensar que em minha adolescência, conseguir uma simples fotografia de mulheres sensualizando a partir de solas, arcos, calcanhares, sandálias e saltos era praticamente impossível. Pelo menos através dos tradicionais meios de acesso a esse tipo de material (revistas e filmes).

Hoje não canso de me surpreender com a quantidade de informações, materiais e fotografias exclusivamente dedicados à atração pelos pezinhos femininos.

Numa incessante busca por novas ideias e vivências relativas à podossexualidade, não apenas como pesquisador, mas sobretudo como um fetichista nato, encontrei um produto que realmente veio para prestigiar os podólatras: assim como as Real Dolls (de uma livre tradução, algo como Bonecas Reais — ou “Bonecas Perfeitas”, como queiram), que já são sonhos de consumo de muitos homens, agora o mercado nos apresenta, denominemos assim, os “pezinhos reais”.

Tal como as Real Dolls, os pés reais são produzidos em silicone, texturizados com diversas matizes e disponibilizados em um sem número de formas, atendendo particularmente aos gostos de cada fetichista.

Buscando na Internet mais informações sobre eles, encontrei diversos sites que viabilizam esse produto aos podoapaixonados de plantão. Porém, como se sabe, o brasileiro sofre uma pesada carga de impostos pela importação, pois infelizmente ainda não existem fabricantes desse tipo de produto para uso como objeto de fetiche, isto é, dedicado ao erotismo e à sensualidade. Bom nicho a ser explorado no mercado interno e externo pelo brasileiro empreendedor.

Um dos fabricantes que encontrei foi a Sinthetics.com que apresenta alguns modelos de pés em silicone. Particularmente, os formatos apresentados não me agradam muito, não obstante seja possível perceber pelas fotografias uma boa dose de realismo nos pares.

Com preços nada convidativos, variando entre 150 a 500 dólares (sem contar impostos e serviços de entrega), quem se arriscar a adquirir um par não vai desembolsar menos de 1.000 reais nos modelos mais em conta.

Há outro fabricante, a Foot Fetish Toys, que também apresenta uma boa variedade de modelos para atender aos exigentes prazeres fetichistas.

O interessante é que os fabricantes conseguiram reproduzir não apenas as variações de tonalidades entre as diferentes regiões dos pés, como calcanhares, solas, dedos e arcos. Mas, também, a textura e as características da pele em cada uma dessas regiões, como as linhas das solas (ruguinhas) e até as digitais em alguns modelos mais sofisticados.

Por fim, além da compra direta com quem produz, os podólatras ainda têm outras opções de importação — possivelmente também de outros fabricantes e com diversas qualidades — através de sites como Alibaba.com, Aliexpress.com e DHgate.com. Aos dispostos a arriscar uma aquisição dessas aqui no Brasil antes que tenhamos nossos próprios fabricantes, boa sorte e boa diversão!

Algum leitor já brincou com um par de pés de silicone? Compartilhe conosco, comentando este artigo.

Deixe um comentário

Por favor, preencha o formulário abaixo

Obrigado por entrar em contato. Será um prazer respondê-lo.

WordPress spam blocked by CleanTalk.